As Leis de Murphy Ações Opções Análise Técnica Investimentos Bovespa: InvestMax : análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

As Leis de Murphy

As Leis de Murphy

Para onde se está a mover o mercado? Quanto vai subir ou descer? E quando vai inverter? Responder a estas perguntas é a preocupação básica dos analistas técnicos. Para além dos gráficos e das fórmulas matemáticas usadas para analisar as tendências do mercado existem alguns conceitos básicos que se aplicam à maioria das teorias utilizadas hoje em dia, pelos analistas técnicos.

John J. Murphy, o grande pioneiro da análise técnica dos mercados de futuros, baseou-se nos seus trinta anos de experiência nesta matéria para desenvolver regras básicas da análise técnica e do trading nela baseada. Estes preceitos definem as ferramentas chave da análise técnica e a forma como devem ser utilizadas de forma a indentificar oportunidades de compra e venda.

John Murphy foi o analista técnico da CNBC-TV durante sete anos no popular programa "Tech Talk" e foi o autor dos aclamados livros "Technical Analysis of the Financial Markets", "Intermarket Technical Analysis" e "The Visual Investor", sendo que o primeiro da lista é considerado por muitos a bíblia da análise técnica.

A seguir apresentam-se as "leis de Murphy":

1. Faça uma análise de longo prazo

Comece por analisar gráficos mensais e semanais durante vários anos. Um visão a larga escala dos mercados possibilita uma melhor visualização das tendências de longo prazo. Apenas após a identificação da tendência de longo prazo é que deve passar à análise dos gráficos diários e intraday.

2. Descubra a tendência e siga-a

As tendências do mercado têm diversos tamanhos - longo, médio e curto prazo. Em primeiro lugar, determine qual a perspectiva de investimento que pretende utilizar e utilize o gráfico apropriado. Tenha a certeza que transacciona na direcção desse tendência, comprando em fundos se a tendência é "bullish" e vendendo em "rallies" se a tendência é "bearish". Se transacciona na tendência de médio prazo, utilize gráficos diários e mensais. Se está a fazer daytrading, utilize gráficos diários e intraday. Em qualquer caso, deixe que o gráfico de longo prazo determine a tendência e depois utilize o gráfico de prazo mais curto para decidir o timing.

3. Descubra os níveis de suporte e resistência

A melhor altura para comprar acontece perto de níveis de suporte. O suporte pode ser identificado ao níveis da reação a mínimos. Analogamente, a melhor zona para vender ocorre perto das resistências. As resistências estão, normalmente, situadas em máximos anteriores. A quebra de uma resistência, transforma essa resistência num suporte, em pullbacks subsequentes. Por outras palavras, o máximo antigo transforma-se em novo mínimo. Da mesma forma, quando um nível de suporte é quebrado, esse suporte transformar-se-á num sinal de venda em "rallies" subsequentes, ou seja, o antigo mínimo transforma-se em novo máximo.

4. Saiba até que ponto o mercado pode retrair

As correcções do mercado em baixa e em alta ocorrem frequentemente e em termos percentuais relativamente à tendência anterior podem ser muito significativas. Estas correcções podem ser medidas e denominam-se retracções (retracements). Uma retracção de 50% da tendência anterior é muito comum. A retracção mínima é, normalmente 1/3 do movimento anterior, enquanto o retracement máximo é usualmente de 2/3. Durante um pullback numa tendência de alta, os pontos de compra iniciais situam-se na área compreendida entre os retracements de 33% e de 38%.

5. Desenhe linhas de tendência

As linhas de tendência são das mais simples e mais eficientes ferramentas de AT. Tudo o que é necessário são dois pontos. As linhas de tendência de subida são efectuadas com dois mínimo sucessivos, enquanto que as linhas de tendência de descida são desenhadas com dois máximos sucessivos. Os preços irão, muitas vezes fazer "pull backs" para a linha de tendência antes de reiniciarem a tendência. A quebra de linhas de tendência pode ser o primeiro sinal de uma mudança na tendência. Uma linha de tendência válida, deve ser tocada pelo menos três vezes, para ser minimamente importante.

6. Siga as médias móveis

As médias móveis fornecem sinais objetivos de compra e venda. Dizem-nos se a tendência existente ainda persiste e ajudam-nos a confirmar a mudança de tendência. As médias móveis não nos dizem, no entanto, antecipadamente que a uma mudança da tendência é iminente. Uma combinação de duas médias móveis de período diferente é um dos meios mais eficazes de encontrar sinais de tendência. No caso dos futuros existem as populares 4 e 9 dias, 9 e 18 dias e 5 e 20 dias. Os sinais são dados quando a média móvel de período mais curto cruza a de período mais longo. Este método resulta melhor em mercados com tendência.

7. Aprenda a identificar as mudanças

Os osciladores ajudam-nos a identificar mercados "overbought" e "oversold". Enquanto que as médias móveis oferencem confirmação de uma mudança de tendência do mercado, os osciladores ajudam-nos a identificar previamente que um mercado caiu ou subiu de mais e que em breve inverterá. Dois dos mais populares osciladores são o RSI e o Estocástico. A transacção com base em osciladores resulta melhor em mercados a "andar de lado".

8. Conheça os sinais de aviso.

O indicador MACD combina um sistema de cruzamento de médias móveis com os elementos overbought/oversold de um oscilador. Um sinal de compra ocorre quando a linha mais rápida (período mais curto), ultrapasse a média móvel de período mais longo e ambas se encontram abaixo de zero. Um sinal de venda acontece sempre que a linha mais rápida cruze descendentemente a média móvel de período mais longo e ambas se encontrem acima de zero. Os sinais semanais são privilegiados relativamente aos sinais diários. Um histograma do MACD marca a diferença entre as duas médias móveis e dá-nos uma ideia ainda melhor da mudança de tendência.

9. Identifique se o mercado está "trading" ou "trending"

O ADX ajuda a identificar se o mercado se encontra realmente em tendência ou se está num "trading range". Mede o grau da direcção da tendência. Um ADX a subir sugere a presença de uma forte tendência, enquanto que um ADX a descer sugere a presença de um mercado a andar de lado.

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

ROB comentou:

Toda e qualquer forma de prever o futuro do mercado é apenas superstição, sendo que o mercado é incerto e envolve uma enorme quantidade de variáveis que são impossiveis de se prever. Os preços são dados pelo mercado e a nós só retam as apostas ...



Danilo comentou:

Rob,
Concordo com vc que a lei máxima dos preço das ações é maior lei do capitalismo; que é lei da oferta e procura.
Evidentemente, não dá para ter 100% de certeza em nenhum tipo de de análise de investimento em renda variável, na verdade, nem 80%, mas é possível ter 60%/70%, e mesmo que fosse apenas 50%, dá para se tirar algum proveito disso. Basta que não se coloque sempre tudo de uma vez e que não se viva operando alavancado. Alias essa é a única forma de se quebrar operando na bolsa, além da falência de uma empresa, que é muito mais raro. Mas esse é um outro assunto.

Ou seja, na minha opinião, tem que usar algum tipo de análise, porém o mais importante é a estratégia que se usa.
Um exemplo: tinha um cara de uma corretora que todo dia fazia daytrade, ele escolhia aleatoriamente se ia comprar ou vender, entretanto a estratégia era sagrada: stop em $500 e lucro em $1000, assim mesmo que ele acertasse apenas 40% das vezes, ele tinha lucro.

Comprar x% de seu salário todo o mês e ir fazendo um patrimônio (ou aposentadoria), também é uma boa estratégia.
As estratégias vencedoras não são ilimitadas, mas são várias, cabe ao investidor escolher.
Mas com certeza acreditar só em análises, concordo contigo que é lenda...


Leonardo comentou:

Muito bom os artigos. O site esta com a atualização automática habilitada, isto é muito ruim para ler o artigo porque ele fica recarregando a página.


Alessandro comentou:

Olá, há pouco mais de uma semana comecei como trader de opções binarias na Ioption com um investimento inicial de $250,00. Pode parecer pouco, mais eu estou desempregado, e já perdi mais da metade do meu capital, apesar de eu já ter movimentado mais de $2.000,00 na conta, eu perco mais do que consigo ganhar.
já li de tudo e vi vários videos, e tudo parece fácil, mais é bastante complicado pra mim. Atualmente utilizo as tendencias para definir se o ativo vai descer ou subir. e mesmo esse método que julgam ser "infalível" me abandona. Me de dicas do que devo fazer.

P.S: Há mais de dois anos planejo ir ao Canada, fazer um intercambio, e achei que por meio das opções binarias conseguiria levantar o valor de 10mil em um ano. Será que ainda posso conseguir com menos de $90,00 de investimento inicial??


Danilo comentou:

Prezado Alessandro,
Vc provavelmente teria tido um melhor desempenho se tivesse investido antes em um curso e depois tivesse passado por um período de aprendizado fazendo apenas simulações. Todavia, mesmo assim, não se espera um rendimento % tão alto mesmo de profissionais da área. Qto mais se quer ganhar, mais se abre a possibilidade de grandes perdas tb, e normalmente as pessoas não tomam ciência dessa segunda parte. O ganho consistente pode variar mto dependendo o profissional, mas um objetivo saudável é de cerca de 30% a 60% ao ano de média; alguns anos podem ser melhores, outros piores, mas essa será uma boa média a se obter. Mas é possível ganhar 1000%? sim, é mas normalmente o risco tb é e com isso pode-se perder mto tb, de modo q ninguém investe todos seus recursos em derivativos, apenas uma parte dele.
Mtos entram na bolsa como se fosse um cassino e depois culpam a todos pelas perdas, menos o único e real responsável; si próprio.
Espero que não fique chateado com minhas duras colocações, minha atenção é apenas de lhe abrir os olhos para a realidade, de modo que aprenda e evolua com os erros.


ANDRE SOUZA comentou:

DANILO SEU ARTIGO MUDOU A MINHA VIDA OBRIGADO e muito sucesso pra voce ja imprimi a pagina e mandei fazer um banner para eu numca mais esquecer !!! DPOIS DESSE ARTIGO FOI SO SUCESSO E JA FAZ 1 ANO DE VITORIAS DPOIS QUE LI !!!!


danilo comentou:

Obrigado ANDRE SOUZA, mto sucesso a vc tb.


 
Publicidade

Aproveito a oportunidade para esclarecer que o alinhamento automático serve pra mostrar com mais clareza a direção do mercado...

A frase de Charles Dow, “a tendência é tua amiga”, definiu para sempre como se deve operar num mercado de movimentos aleatórios ou incertos. Infelizmente, muitas vezes, a tendência do mercado contraria nosso desejo de operar a qualquer momento, como se o mercado estivesse sempre favorável a nossa pretensão de comprar ou de vender...

O mercado financeiro é cheio de contradições. Os conflitos são constantes porque encerram nossos desejos instáveis de atuar como compradores e como vendedores. Enquanto nos outros mercados, os compradores aguardam os preços caírem pra comprar mais barato...

Dizem que os chineses definem crise com dois caracteres, perigo e oportunidade. Em escrever sobre a crise econômica atual o autor corre muito risco e pouca oportunidade de apresentar algo concreto para o leitor. Dito isto, e sem querer contrariar a verdade chinesa, proponho alguns considerações sobre a crise econômica mundial...

Em qualquer atividade econômica, e especialmente nos mercados financeiros, opera-se procurando diminuir os riscos dos negócios. Operar com ações que se parecem boas, mas não acompanham o mercado, é lidar com lobos solitários. Estes podem ser perigosos, mas não