Triângulo de Baixa (descendente) Ações Opções Análise Técnica Investimentos: análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Triângulo de Baixa (descendente)

Triângulo de Baixa ou
Triângulo Descentente

Como analisar essa formação gráfica da análise técnica - (curso de análise gráfica)

A formação em triângulo descendente é uma formação tipicamente bearish que se forma numa tendência de baixa.
Em termos de padrão, a formação em triângulo descendente é constituída pelos seguintes elementos:

Clique na imagem para Ampliar
[...TEXTO da IMAGEM...]

Linha Horizontal Inferior: neste gráfico padrão deverão existir pelo menos dois pontos de mínimos que unidos constituem uma linha horizontal. Esses pontos deverão ter uma cotação aproximada e alguma distância entre eles. No período de tempo que os separa deverá existir um ponto de máximo

Linha de tendência de baixa: deverão existir dois pontos de máximos de cotação sucessivamente inferiores no tempo, que unidos constituem uma linha de tendência de baixa

Duração da formação: o período de tempo abarcado por este gráfico padrão poderá ir de algumas semanas até vários meses

Volume: tipicamente, à medida que se vai evoluindo no tempo, o volume vai diminuindo até ao ponto em que surge o ponto de fuga. Nessa situação, se o volume aumentar significa que o ponto de fuga está confirmado.

Preço algo (price target): a partir do momento em que o ponto de fuga se confirma, o preço algo obtém-se subtraindo ao valor da linha horizontal a diferença entre a cotação máxima do triângulo e a linha horizontal

Para melhor compreender estes princípios analisemos o seguinte gráfico:

Clique na imagem para Ampliar
analise grafica, curso, triangulo de baixa, padroes graficos

Os pontos 1, 3 e 5 constituem os mínimos que unidos formam a linha de suporte. A ligação entre os pontos 2, 4 e 6 forma a linha de tendência descendente. Note-se que no momento em que a linha de suporte é penetrada (ponto de fuga), o volume aumenta rapidamente significando que o ponto de fuga não é falso. Em termos de preço algo, após o ponto de fuga, a linha de resistência situa-se nos 36 Euros. A Linha 9 vale sensivelmente 9 Euros. Subtraindo à cotação da linha horizontal (45 Euros) os 9 Euros obtemos o preço algo dos 36 Euros.

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

 
Publicidade

Jesse Livermore talvez seja o especulador mais conhecido do mercado americano. Muitos especuladores já incorporaram as lições dele porque elas são lógicas e fazem sentido. Com muita paciência ele só entrava na hora certa como uma serpente que sabe dar o bote, mas não sai correndo atrás da presa.

Esta ferramenta permite escolher as melhores opções para as operações de venda coberta (lançamento coberto - financiamento).

Nesta nota vamos analisar como num dia de operação o investidor pode aumentar os ganhos num montante que daria inveja a qualquer robot dos “High frequence traders” – jogadores de alta frequência.

Todos os dia alguém me pergunta se as ações vão subir ou vão cair? Tenho duas respostas para esse tipo de pergunta: uma é irônica, a outra é muito séria. Esta deveria ser a única mas, ai não teria graça! Ninguém quer errar, mesmo quando se antecipa os fatos. Eu também não quero e antecipo os acontecimentos com uma profecia infalível...

Muitas pessoas investem em renda variável utilizando-se desse tipo de operação. Entretanto nem todos sabem exatamente a melhor forma de se calcular as taxas reais apresentadas na montagem. Alguns calculam errado e nem sabem... Veja a maneira correta e a melhor forma de escolher a opção para lançamento coberto.