Estratégia com Opções, Quando é melhor usar cada uma delas Bovespa: InvestMax : análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Estratégia com Opções, Quando é melhor usar cada uma delas

Estratégia com Opções
Qual o momento certo para cada uma

Quem já aprendeu um pouco sobre opções, sabe que existe as chamadas posições ou estratégias com opções, que são as travas, reversões, borboletas, calendar spread, compra a seco, etc. Mas a grande dúvida que surge é quando usar cada uma? Quando cada uma delas pode apresentar vantagens? E como identificar e tirar vantagem dessas situações?

E essa é a finalidade deste artigo: mostrar e ensinar, particularidade operacionais de cada uma; onde e porque em determinadas condições têm-se mais vantagem em realizar cada uma das estratégias com opções. É claro que o objetivo aqui vai muito além de recomendar posições compradas no fundo, se acha que vai subir, ou vendidas no topo... Na verdade muitos alunos do curso avançado questionam o por quê; qual o motivo que por muitas vezes as opções não sobem? Quanto deveriam subir ou por que não caem o que deveriam cair?

Por favor clique aqui para fazer seu login e ler este artigo na integra.
Novo usuário? Clique aqui para fazer seu cadastro gratuito..

Atenção: o conteúdo completo deste Arquivo é exclusivo para Alunos do Curso de Opções.

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

Caio comentou:

Simplesmente, fantástico.
Parabéns pela matéria.


 
Publicidade

Relutamos na hora de escolher uma ação porque existe um conflito mental e natural entre o útil (necessidade) e o agradável (o prazer). O cerne da solução é conciliar os desejos emocionais de tal modo que não contrariem a racionalidade financeira...

Orientações de como calcular o imposto de renda para operações em bolsas. Isenções, forma de cálculo, o que é considerado ganho, o que pode ser abatido...

Quem nunca se enganou lendo gráficos de ações ou de outros ativos financeiros, levante as mãos! Enganamo-nos pelo desejo de encurtar caminho. Esse comportamento faz parte da luta inexorável para melhorar a vida o mais rápido possível, mas cometemos erros. A tentativa dos grafistas para inventar padrões gráficos em busca de significados diferentes faz parte dessa...

Aproveito a oportunidade para lançar uma breve discussão sobre os swaps, uma modalidade de aplicação financeira pouco utilizada no Brasil mas que nos afeta diretamente.  Swap significa troca, nesse caso, de  dois ativos com retornos e riscos diferentes. Atualmente esta havendo uma grande reversão dos swaps de moedas que, de forma célere, revela-se bastante nefasta para muitas economias...

Os investidores estrangeiros representam mais de 1/3 dos négocios na bovespa. Portanto o fluxo de recursos estrangeiros tende a ditar o movimento de uma boa fatia do mercado.Veja a participação nos Contratos Futuros do IBOVESPA