Gap: O que são?, Tipos e Estratégias Ações Opções Análise Técnica Investimentos: análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Chat sobre bolsa de valores e investimentos
 
Dow tempo real
Publicidade

Esse indicativo pode nos chamar a atenção para algum ativo com boa formação de suporte ou resistência, criando possibilidades de compra ou venda.

Orientações de como calcular o imposto de renda para operações em bolsas. Isenções, forma de cálculo, o que é considerado ganho, o que pode ser abatido...

A Bovespa divulga em seu site a volatilidade histórica dos ativos. Entretanto, para facilitar, criamos esta tabela onde é apresentada a volatilidade histórica dos principais ativos, de forma a permitir as comparações entre respectivos períodos e ativos.

Aproveito a oportunidade para lançar uma breve discussão sobre os swaps, uma modalidade de aplicação financeira pouco utilizada no Brasil mas que nos afeta diretamente.  Swap significa troca, nesse caso, de  dois ativos com retornos e riscos diferentes. Atualmente esta havendo uma grande reversão dos swaps de moedas que, de forma célere, revela-se bastante nefasta para muitas economias...

Publico este de modo que possa ser útil a quem quiser saber mais sobre o tema. O assunto é complexo, mas vou tentar colocar de forma breve, mas extensiva a todos interessados.

  • Relacionamento comentou:

    Muito boas as dicas, professor! Estou começando no mercado e artigos assim ajudam definir nosso norte. Obrigado!


  • André Gurgel comentou:

    Prezados, esse foi um dos melhores artigos que já li sobre Alinhamento de Tempos Gráficos! Espetacular.


  • ANDRE SOUZA comentou:

    DANILO SEU ARTIGO MUDOU A MINHA VIDA OBRIGADO e muito sucesso pra voce ja imprimi a pagina e mandei fazer um banner para eu numca mais esquecer !!!...


  • Francisco comentou:

    Excelente para quem quer começar no Forex.


  • joel comentou:

    muito bom! bem explicado, tirou muitas duvidas!


Gap: O que são?, Tipos e Estratégias

Fonte: Stockcharts

GAP: O que são?

Gaps” são mudanças bruscas nos níveis de preço de um ativo, entre o fechamento e a abertura de dois períodos consecutivos. Quando acontecem, criam um “branco” no gráfico. Trata-se de uma região em que não houve negócio. (De aqui em diante, usaremos “gap” ou “gaps” sem aspas.) O salto pode ocorrer de 2 modos: (a) a abertura ficando acima da máxima do período anterior; ou (b) abaixo da mínima do período anterior. Várias podem ser as causas. Por exemplo, um anúncio de dividendos que saiu após o fechamento do mercado, possivelmente acima das expectativas. Isso pode levar uma série de investidores a colocar mais ordens de compra logo na abertura, empurrando o preço para níveis acima da máxima do dia anterior. Se a onda de otimismo continuar, o gap pode se confirmar e ficar registrado no gráfico diário do ativo. Os gaps indicam que algo importante mudou nos fundamentos ou na psicologia da massa que acompanha o papel.

Vamos agora começar a descrever os vários tipos de gap. Dá só uma olhada no gráfico abaixo para compreender do que estamos falando.

GAP

O mais comum é que o gap ocorra no gráfico diário. No semanal ou mensal o acontecimento é mais raro, já que teria que se dar exatamente entre uma sexta e uma segunda, ou entre os dias 31 e primeiro. No diário, a cada dia temos uma nova chance de formação do gap.

Tipos de Gap
Quatro são os tipos básicos de gap:

  • (a) Gap comum;
  • (b) Gap de quebra;
  • (c) Gap de fuga e
  • (d) Gap de exaustão.

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

Amanda comentou:

Muito interessante o site e artigo


thundera comentou:

Fiquei com uma duvida, existe alguma diferença clara de identificação entre um gap de fuga e um gap de quebra ?


Danilo comentou:

Olá thundera,
sim, o de quebra sempre é marcado por fortes resistências ou suportes, como topos ou fundos anteriores.
Veja as duas imagens e compare.
att.,


Andre comentou:

Olá,
parabéns pelo site.
Tenho uma dúvida. Para que se configure um Gap de alta, é preciso que o preço do dia atual abra acima da máxima do dia anterior? Ou acima do fechamento do dia anterior?

Muito obrigado.
Abraço,
André


Danilo comentou:

Olá Andre, grato pelo elogio,
por definição, Gap é sempre em relação ao fechamento anterior. Entretanto um bom gap de alta é precedido de um fechamento anterior próximo da máxima.


Ssantos comentou:

,,Muito interessante o site e artigo""





Muito obrigado.


Marcelo comentou:

muito interessante o site e a forma de fácil entendimento principalmente para que está iniciando as informações sobre o assunto.


Lebhon comentou:

Olá, fantástico esse site. Duas perguntas: os gaps necessariamente serão fechados? os gaps do intraday seguem a mesma regra de "fechamento" do diário?
abraço


Danilo comentou:

Lebhon, 1. não necessariamente, é uma estatística favorável assim como tudo da análise técnica.
2. em teoria sim, mas na prática tem pouca eficiência, prefira o diário.


lorry comentou:

muito legal e esse site é bem interessante


Nobert comentou:

Obrigado pelas publicações. Deus que abençoe!!!


otimas informações sobre gaps, fácil, rápido e objetivo.


MARCOS COSTA comentou:

Como sou novo no mercado financeiro, tenho uma dúvida e, se alguém puder, me sane essa dúvida, o que é ação ex-pidendo?


Danilo comentou:

Olá Marcos, vc deve ter se referido a ex-dividendo, que quando uma ação teve recentemente descontado o valor referente aos dividendos.