Gap Comum Ações Opções Análise Técnica Investimentos Bovespa: InvestMax : análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Chat sobre bolsa de valores e investimentos
 
Dow tempo real
Publicidade

Nesta nota vamos analisar como num dia de operação o investidor pode aumentar os ganhos num montante que daria inveja a qualquer robot dos “High frequence traders” – jogadores de alta frequência.

Dizem que os chineses definem crise com dois caracteres, perigo e oportunidade. Em escrever sobre a crise econômica atual o autor corre muito risco e pouca oportunidade de apresentar algo concreto para o leitor. Dito isto, e sem querer contrariar a verdade chinesa, proponho alguns considerações sobre a crise econômica mundial...

Há uma grande discussão nas universidades que já perdura por algum tempo sobre a racionalidade e a eficiência dos mercados. Os temas são complexos e importantes para quem deseja investir e quer saber se o preço de uma determinada ação está alto ou está baixo...

Considero o alinhamento automático a forma mais segura para entender o movimento dos preços das ações. No último artigo desta série prometi que usaria alguns gráficos para ilustrar essa metodologia. Alinhando os movimentos com os gráficos, podemos eliminar as contradições que muitas vezes ocorrem entre os movimentos de preços de períodos diferentes e enganam o operador.

A Bovespa divulga em seu site a volatilidade histórica dos ativos. Entretanto, para facilitar, criamos esta tabela onde é apresentada a volatilidade histórica dos principais ativos, de forma a permitir as comparações entre respectivos períodos e ativos.

Gap Comum

Fonte: Stockcharts

Gap Comum

Também conhecido como gap de “área” ou de “trading”, pode acontecer por qualquer razão trivial. Se uma ação fica “ex-pidendo” num dia de baixo volume, por exemplo, um gap comum pode se formar. Normalmente, um gap desses “se fecha” facilmente. “Se fechar” significa que o preço logo retrocedeu aos níveis do dia anterior, eliminando o “branco” que havia se formado no gráfico. Abaixo vai um gráfico mostrando o “fechamento” de dois gaps. Note que os preços voltam e atingem pelo menos os níveis onde o gap se originou. (De aqui em diante, usaremos “fechar o gap” sem aspas.)

Tipos de Gap: Gap Comum

Um gap comum normalmente aparece numa área de congestão ou num intervalo em que o papel está sendo negociado, refletindo uma eventual falta de interesse pelo ativo naquele momento particular. Em muitas ocasiões, a queda na liquidez reforça essa tendência. Conhecer esse tipo de gap é bom, mas raramente dá oportunidade de negócio.

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.