Exemplo de Hedge com opção de venda Ações Opções Análise Técnica Investimentos: análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Exemplo de Hedge com opção de venda

Exemplo de Hedge com opção de venda (put)

O exportador tem de embarcar, dentro de cinco meses, uma encomenda que soma US$100.000,00. Como o pagamento ocorrerá com a entrega da mercadoria, receia que haja queda na cotação do dólar, diminuindo sua receita em reais. Decide, então, fazer hedge utilizando posição comprada em put, o que equivale a adquirir um seguro para o risco de queda da taxa de câmbio com vencimento em cinco meses. Dessa forma, se houver exercício da opção, ele fixará o valor de sua receita de exportação em reais a R$2,30/ US$1,00. No mercado, ele encontra a opção de venda (put) com preço de exercício de R$2.450,00/US$1.000,00 e prêmio de R$150,00/US$1.000,00.

Como os contratos de opções de dólar da BM&F são cotados em reais por US$1.000,00, as cotações devem ser lidas da seguinte forma:
R$2.450,00/US$1.000,00 = R$2,45/US$1,00
R$150,00/US$1.000,00 = R$0,15/US$1,00

Montagem da operação

Primeiro passo: entender seus propósitos, relacionados a seguir.

a) Qual é a receita de exportação?
US$100.000,00.

b) A qual risco o exportador está exposto?
Queda do valor da moeda norte-americana diante do real.

c) Qual foi a decisão do hedger?
Comprar opções de venda (put) com o preço de exercício de R$2,45. Em outras palavras, o exportador está disposto a adquirir um seguro que lhe permita fixar o preço da taxa de câmbio em nível que lhe garanta a receita esperada.

d) Por que escolheu esse preço de exercício?
O preço de exercício de R$2,45 foi escolhido porque, subtraído do prêmio da opção, alcança R$2,30/US$1,00. Este é o nível da taxa de câmbio que lhe garante a receita esperada.

e) Quantos contratos são necessários para o hedge?
Número de contratos = dívida/50.000,00 = 2 contratos (US$50.000,00 é o tamanho do contrato-padrão negociado na BM&F.)

Segundo passo: visualizar o resultado.

Despesa da operação (gasto com o prêmio)
Valor de liquidação do prêmio = valor do prêmio × número de contratos × 50
VLP = R$150,00/US$1.000 × 2 × US$50.000 = R$15.000,00

O quadro a seguir demonstra os possíveis resultados da operação realizada:

Mercado a vista

Receita × cotação do dólar
100.000,00 × 2,00 = + R$200.000,00

Preço de venda fixado
Receita × [PE – prêmio]
100.000,00 × (2,45 – 0,15) = R$230.000,00

Operação com opções
2 × [(2.450,00 – 150,00) – 2.000,00] × 50 = R$30.000,00

Resultado do hedge
Mercado a vista – operações com opções = preço de venda fixado
200.000,00 + 30.000,00 = –R$230.000,00

O resultado acima reflete exatamente o desejo do exportador de fixar o preço mínimo de R$2,30/US$ para a venda de dólares.

Na operação com opção de venda (put), o comprador adquiriu um seguro para se proteger de eventual queda da cotação da moeda norte-americana. No exemplo, a cotação alcançou R$2,00/US$1,00, o seguro foi acionado e o exportador, via mercado de derivativos, fixou o valor em reais de sua operação comercial. Caso o exercício não ocorresse, o exportador teria despendido apenas o prêmio da opção.

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

 
Publicidade

Os governantes das principais economias, por razões políticas, ainda teimam e sonham com um fim benigno da crise que já perdura por mais de 4 anos. Enquanto isso, a maioria dos investidores continua frustrada com a indefinição do mercado de ações. Os que tiveram sucesso com esse tipo de investimento...

Quem opera o mercado financeiro e usa gráficos para analisar ativos, sabe como é frustrante determinar a direção dos preços. A confusão emana do desejo de examinar os gráficos em diferentes períodos. Sabemos que um gráfico visto com velas de um determinado tempo, pode indicar uma direção diferente daquela com velas de outro período...

A Bovespa divulga em seu site a volatilidade histórica dos ativos. Entretanto, para facilitar, criamos esta tabela onde é apresentada a volatilidade histórica dos principais ativos, de forma a permitir as comparações entre respectivos períodos e ativos.

Respondendo a dúvida de um usuário apresentamos aqui algumas dicas para realizar boas operações para Venda Coberta.

Considero o alinhamento automático a forma mais segura para entender o movimento dos preços das ações. No último artigo desta série prometi que usaria alguns gráficos para ilustrar essa metodologia. Alinhando os movimentos com os gráficos, podemos eliminar as contradições que muitas vezes ocorrem entre os movimentos de preços de períodos diferentes e enganam o operador.