Opções Dentro, Fora e No Dinheiro (ITM, OTM e ATM) Análise Técnica Investimentos: análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Opções Dentro, Fora e No Dinheiro (ITM, OTM e ATM)

Opções Dentro, Fora e No Dinheiro (ITM, OTM e ATM)

É muito útil classificar-se as opções que estão em negociação no pregão com referência a diferença entre seu preço de exercício e o preço do ativo objeto no mercado à vista. Isso porque essa é uma boa indicação de quais são as opções com maior probabilidade de exercício no vencimento, e quais as que devem "virar pó"*.

Uma opção dentro do dinheiro (in the money; ITM), é uma opção de compra cujo ativo objeto está sendo negociado no mercado à vista a um preço superior ao preço de exercício da opção, ou seja, se fosse o momento do vencimento, seu detentor certamente a exerceria. Ao contrário, uma opção de venda estará dentro do dinheiro quando o preço do ativo no mercado à vista estiver abaixo do preço de exercício da opção.

Uma opção fora do dinheiro (out of the money; OTM) é aquela em que o exercício não compensaria se estivesse no momento de seu vencimento. É uma opção de compra com o preço de seu ativo objeto abaixo do preço de exercício do contrato, ou uma opção de venda com o preço do ativo acima do seu preço de exercício.

Uma opção no dinheiro (at the money; ATM) é aquela (ou opção de venda, ou opção de compra) em que o preço do ativo objeto é igual ao preço de exercício, de forma a não se poder ter uma definição razoável sobre se essa opção será exercida ou não. Contudo, como a probabilidade de se verificar um preço específico no mercado é nula, consideram-se como no dinheiro opções que estejam suficientemente próximas ao preço de exercício para se portarem com a alta variabilidade de preço que costuma caracterizar essa situação.

Exemplo de opções dentro, fora e no dinheiro

*Valor igual ou menor de R$ 0,01.

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

 
Publicidade

Existe uma condição atávica, relacionada com a evolução, que se manifesta naquelas decisões que são perigosas, independente de serem boas ou más. Segundo os neurobiólogos, o processo da evolução humana deu prioridade ao desenvolvimento do lado emocional porque, diante do perigo...

Quem opera o mercado financeiro e usa gráficos para analisar ativos, sabe como é frustrante determinar a direção dos preços. A confusão emana do desejo de examinar os gráficos em diferentes períodos. Sabemos que um gráfico visto com velas de um determinado tempo, pode indicar uma direção diferente daquela com velas de outro período...

Os governantes das principais economias, por razões políticas, ainda teimam e sonham com um fim benigno da crise que já perdura por mais de 4 anos. Enquanto isso, a maioria dos investidores continua frustrada com a indefinição do mercado de ações. Os que tiveram sucesso com esse tipo de investimento...

Em qualquer atividade econômica, e especialmente nos mercados financeiros, opera-se procurando diminuir os riscos dos negócios. Operar com ações que se parecem boas, mas não acompanham o mercado, é lidar com lobos solitários. Estes podem ser perigosos, mas não

A frase de Charles Dow, “a tendência é tua amiga”, definiu para sempre como se deve operar num mercado de movimentos aleatórios ou incertos. Infelizmente, muitas vezes, a tendência do mercado contraria nosso desejo de operar a qualquer momento, como se o mercado estivesse sempre favorável a nossa pretensão de comprar ou de vender...