Opções Dentro, Fora e No Dinheiro (ITM, OTM e ATM) Análise Técnica Investimentos: análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Opções Dentro, Fora e No Dinheiro (ITM, OTM e ATM)

Opções Dentro, Fora e No Dinheiro (ITM, OTM e ATM)

É muito útil classificar-se as opções que estão em negociação no pregão com referência a diferença entre seu preço de exercício e o preço do ativo objeto no mercado à vista. Isso porque essa é uma boa indicação de quais são as opções com maior probabilidade de exercício no vencimento, e quais as que devem "virar pó"*.

Uma opção dentro do dinheiro (in the money; ITM), é uma opção de compra cujo ativo objeto está sendo negociado no mercado à vista a um preço superior ao preço de exercício da opção, ou seja, se fosse o momento do vencimento, seu detentor certamente a exerceria. Ao contrário, uma opção de venda estará dentro do dinheiro quando o preço do ativo no mercado à vista estiver abaixo do preço de exercício da opção.

Uma opção fora do dinheiro (out of the money; OTM) é aquela em que o exercício não compensaria se estivesse no momento de seu vencimento. É uma opção de compra com o preço de seu ativo objeto abaixo do preço de exercício do contrato, ou uma opção de venda com o preço do ativo acima do seu preço de exercício.

Uma opção no dinheiro (at the money; ATM) é aquela (ou opção de venda, ou opção de compra) em que o preço do ativo objeto é igual ao preço de exercício, de forma a não se poder ter uma definição razoável sobre se essa opção será exercida ou não. Contudo, como a probabilidade de se verificar um preço específico no mercado é nula, consideram-se como no dinheiro opções que estejam suficientemente próximas ao preço de exercício para se portarem com a alta variabilidade de preço que costuma caracterizar essa situação.

Exemplo de opções dentro, fora e no dinheiro

*Valor igual ou menor de R$ 0,01.

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

 
Publicidade

Quem nunca se enganou lendo gráficos de ações ou de outros ativos financeiros, levante as mãos! Enganamo-nos pelo desejo de encurtar caminho. Esse comportamento faz parte da luta inexorável para melhorar a vida o mais rápido possível, mas cometemos erros. A tentativa dos grafistas para inventar padrões gráficos em busca de significados diferentes faz parte dessa...

A frase de Charles Dow, “a tendência é tua amiga”, definiu para sempre como se deve operar num mercado de movimentos aleatórios ou incertos. Infelizmente, muitas vezes, a tendência do mercado contraria nosso desejo de operar a qualquer momento, como se o mercado estivesse sempre favorável a nossa pretensão de comprar ou de vender...

Somos fascinado pelo o sucesso. A força psicológica da vitória é tão grande que exageramos os ganhos e escondemos as perdas nas bolsa de valores e em outros afazeres. Embora a realidade numérica seja outra, pois em todos campos de atividades existem mais perdedores do que ganhadores; mesmo assim, não gostamos de lembrar das perdas...

Sabemos que o problema da maioria das economias é o nível de endividamento. Enquanto esse problema não for equacionado, as economias não crescerão num ritmo suficiente para criar novos empregos. Até agora a China era considerada uma ilha de exceção. Entretanto, algumas notícias revelam um quadro um pouco preocupante. Os jornais noticiam uma crise de crédito...

Com o novo cenário econômico do Brasil, cada vez mais os juros estão mais baixos, e consequentemente os investimentos de renda fixa também. Com isso as perguntas que todo investidor se faz são: Ainda vale a pena investir em renda fixa? Onde obter melhor ganho? É hora de investir em ações na bolsa? ...veja como ficam seus investimentos no cenário atual.