Fatores que afetam o preço de uma opção Análise Técnica Investimentos Bovespa: análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Fatores que afetam o preço de uma opção

Fatores que afetam o preço de uma opção

Preço de Exercício (PE)

Para uma OPC, pode-se esperar que à medida que o preço de exercício suba, reduza-se a probabilidade de que a opção termine dentro-do-dinheiro e, portanto, seja exercida. Por isso mesmo, qualquer um que deseje comprar uma OPC, preferirá pagar menos por uma opção com preço de exercício maior. Numa OPV, pelo mesmo motivo, um preço de exercício maior, faz aumentarem as chances de exercício, elevando o preço da opção.

Preço no Mercado à Vista (PV)

Para uma OPC, à medida que sobe o preço do ativo objeto no mercado à vista, a opção caminha para dentro-do-dinheiro, aumentando a probabilidade de exercício e, portanto, elevando seu preço. Para uma OPV, um aumento no preço do ativo objeto, reduz o preço da opção.

Tempo até o Vencimento (T)

A passagem no tempo é um importante fator na precificação das opções porque reduz a probabilidade de que oscilações favoráveis aconteçam no preço do ativo[14]. No limite, no último dia, nada mais pode ocorrer. Em compensação, tudo pode ocorrer entre o dia da abertura do contrato e o vencimento. Comparando duas OPC, ou duas OPV, americanas verifica-se que o detentor de uma opção de prazo mais longo possui todos os direitos de outro com uma opção de prazo mais curto, e ainda mais alguns, podendo exercê-la antes. Daí segue que tanto para OPC quanto para OPV americanas, à medida que o tempo passa, o preço da opção cai. Para OPC européias, através de operações de arbitragem também é possível demonstrar que essa relação se mantém. Mas, quando se trata de OPV européias, já não é necessário que isso ocorra. Dois efeitos jogam em direções contrárias e não é possível prever qual deles dominará: quanto mais tempo restar até o vencimento da opção, maior a probabilidade de que oscilações favoráveis aconteçam; por outro lado, diminui o valor presente do lucro que poderia ser obtido com o exercício da opção.

Volatilidade (V)

A volatilidade dos retornos dos preços do ativo objeto trabalha no mesmo sentido da passagem do tempo. Quanto maior a volatilidade maior a probabilidade de que a opção termine dentro-do-dinheiro e, portanto, de que seja exercida. Isso porque a maior volatilidade também aumenta o intervalo de variação possível para o preço do ativo objeto. Assim, quanto maior a volatilidade, maior a probabilidade de que oscilações favoráveis ocorram, e maior o preço das opções, tanto de OPV, quanto de OPC.

Taxa de Juro (J)

Quando as taxas de juro sobem na economia, a taxa de crescimento esperada do preço das ações tende a aumentar, mas o valor presente dos fluxos financeiros futuros tende a se reduzir. Ambos os efeitos agem sob a mesma direção numa OPV, reduzindo seu valor, mas atuam em direções contrárias numa OPC. No entanto, é possível mostrar que o primeiro efeito sempre domina o segundo, aumentando o preço da OPC quando as taxas de juro sobem.

Dividendos

O pagamento de dividendos tem o efeito de baixar o preço da ação na data ex-dividendo. Isso é bom para os detentores de OPV, e ruim para os titulares de OPC.

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

 
Publicidade

Swing trading, é uma forma mais tranquila para se operar o mercado de ações, de futuros (commodities e índices) ou forex do que o Day Trading. Com Swing Trading contempla-se um tempo maior, diminui-se o risco, aumentam-se os lucros...

Os investidores estrangeiros representam mais de 1/3 dos négocios na bovespa. Portanto o fluxo de recursos estrangeiros tende a ditar o movimento de uma boa fatia do mercado.Veja a participação nos Contratos Futuros do IBOVESPA

Todos os dia alguém me pergunta se as ações vão subir ou vão cair? Tenho duas respostas para esse tipo de pergunta: uma é irônica, a outra é muito séria. Esta deveria ser a única mas, ai não teria graça! Ninguém quer errar, mesmo quando se antecipa os fatos. Eu também não quero e antecipo os acontecimentos com uma profecia infalível...

Nesta nota vamos analisar como num dia de operação o investidor pode aumentar os ganhos num montante que daria inveja a qualquer robot dos “High frequence traders” – jogadores de alta frequência.

Para apreciação de alguns e, talvez, irritação de outros, os gráficos e plataformas de operação são instrumentos valiosos para se acompanhar os mercados financeiros. Não consigo me afastar desses instrumentos...