O cálculo do preço das opções Ações Opções Análise Técnica Investimentos: análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

O cálculo do preço das opções

Precificação para Opções
O cálculo do preço das opções

Existem diversos modelos para cálculo do preço das opções que resultam dados para as decisões pertinentes:

- O modelo mais utilizado no Brasil para precificação é o de Black-Scholes (BS), simples e operacional, no qual o parâmetro de volatilidade segue uma função determinística no tempo; modelo também utilizado neste curso;
- Hull e White (HW) - no qual o parâmetro de volatilidade segue um processo estocástico a tempo continuo;
- Garman-Kolhagen e Black - extensão do Black-Scholes, utilizados principalmente para opções cambiais;
- Árvore binominal, árvore trinomial - representam as diferentes trajetórias que poderão ser seguidas pelo preço do ativo objeto durante a vida do derivativo;
- Simulação de Monte Carlo - é útil para derivativos cujo retorno depende do histórico da variável objeto ou para derivativos com diferentes variáveis objeto;

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

 
Publicidade

Aproveito a oportunidade para esclarecer que o alinhamento automático serve pra mostrar com mais clareza a direção do mercado...

Respondendo a dúvida de um usuário apresentamos aqui algumas dicas para realizar boas operações para Venda Coberta.

Quem nunca se enganou lendo gráficos de ações ou de outros ativos financeiros, levante as mãos! Enganamo-nos pelo desejo de encurtar caminho. Esse comportamento faz parte da luta inexorável para melhorar a vida o mais rápido possível, mas cometemos erros. A tentativa dos grafistas para inventar padrões gráficos em busca de significados diferentes faz parte dessa...

Esse indicativo pode nos chamar a atenção para algum ativo com boa formação de suporte ou resistência, criando possibilidades de compra ou venda.

Jesse Livermore talvez seja o especulador mais conhecido do mercado americano. Muitos especuladores já incorporaram as lições dele porque elas são lógicas e fazem sentido. Com muita paciência ele só entrava na hora certa como uma serpente que sabe dar o bote, mas não sai correndo atrás da presa.