O cálculo do preço das opções Ações Opções Análise Técnica Investimentos: análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

O cálculo do preço das opções

Precificação para Opções
O cálculo do preço das opções

Existem diversos modelos para cálculo do preço das opções que resultam dados para as decisões pertinentes:

- O modelo mais utilizado no Brasil para precificação é o de Black-Scholes (BS), simples e operacional, no qual o parâmetro de volatilidade segue uma função determinística no tempo; modelo também utilizado neste curso;
- Hull e White (HW) - no qual o parâmetro de volatilidade segue um processo estocástico a tempo continuo;
- Garman-Kolhagen e Black - extensão do Black-Scholes, utilizados principalmente para opções cambiais;
- Árvore binominal, árvore trinomial - representam as diferentes trajetórias que poderão ser seguidas pelo preço do ativo objeto durante a vida do derivativo;
- Simulação de Monte Carlo - é útil para derivativos cujo retorno depende do histórico da variável objeto ou para derivativos com diferentes variáveis objeto;

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

 
Publicidade

A Bovespa divulga em seu site a volatilidade histórica dos ativos. Entretanto, para facilitar, criamos esta tabela onde é apresentada a volatilidade histórica dos principais ativos, de forma a permitir as comparações entre respectivos períodos e ativos.

Segundo o velho ditado americano, existem vinte maneiras para se esfolar um gato. Na bolsa de valores, existem muitas maneiras para se acertar a direção dos preços, algumas são mais lógica do que outras e todas ajudam a ganhar dinheiro na compra e venda de ações. E para complementar com outro adágio, já que está na moda...

Faça simulações, projeções, acompanhe e gerencie operações com opções. Com essa ferramenta você tem total controle sobre suas posições de forma descomplicada e eficiente.

Existe uma discussão acirrada entre aqueles que acreditam que a bolsa de valores é um cassino, e os que acham que não. A verdade é que tanto a bolsa como o cassino são bem parecidos por dois motivos; ambos trabalham com probabilidade, e os dois provocam transferência de renda entre os parceiros de negócio. Entretanto...

Com o novo cenário econômico do Brasil, cada vez mais os juros estão mais baixos, e consequentemente os investimentos de renda fixa também. Com isso as perguntas que todo investidor se faz são: Ainda vale a pena investir em renda fixa? Onde obter melhor ganho? É hora de investir em ações na bolsa? ...veja como ficam seus investimentos no cenário atual.