Estratégia de opções: Trava de Baixa (Reversão) Análise Técnica Investimentos: análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Estratégia de opções: Trava de Baixa (Reversão)

Estratégia de opções: Trava de Baixa (ou Reversão)

Também conhecida como reversão ou "call bear spread", a estratégia trava de baixa consiste em vender uma opção com preço de exercício mais baixo e comprar a mesma quantidade de opção com preço de exercício mais alto. É uma estratégia para ganhar com a queda do mercado, onde o retorno máximo é o que se recebe ao montar a operação e o risco máximo limitado.

Exemplo: –1000 PETRA40 +1000 PETRA42, o risco seria 2000 menos o que foi recebido (spread), se –1000 PETRA40 +1000 PETRA44, o risco seria 4000 menos o recebido.

A reversão ATM é a mais utilizada, pois ganha nas quedas e na acumulação. Quando a operação está no lucro pode ser rolada para baixo, montando a trava mais abaixo, recebendo mais dinheiro e garantindo o lucro. Ou pode simplesmente zerar a operação. O importante é garantir o lucro!

A reversão pode ser também coberta, defendendo uma carteira de ações com muita eficiência nas quedas (pode-se fazer mais de uma reversão, ao contrário do lançamento coberto) e na alta o ativo sobe mais do que se perde na trava de baixa.

Exemplo: o operador que possui 1000 PETR4 e monta -3000 PETRC38 +3000
PETRC40 está defendendo sua carteira com três reversões.

Exemplo de trava de baixa no simulador de opções:

Ponto de Equilíbrio = preço de exercício da opção vendida + valor recebido na montagem
Ponto de Equilíbrio = -1000PETRD76 + R$ 1.070,00
Ponto de Equilíbrio = R$ 76,00 + R$ 1.070,00 = R$ 77,07
Abaixo de R$ 77,07 teremos um ganho máxima de até R$ 1.070,00, no exercício.
Acima de R$ 77,07 teremos uma perda máxima de até R$ 930,00, no exercício.

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

 
Publicidade

A frase de Charles Dow, “a tendência é tua amiga”, definiu para sempre como se deve operar num mercado de movimentos aleatórios ou incertos. Infelizmente, muitas vezes, a tendência do mercado contraria nosso desejo de operar a qualquer momento, como se o mercado estivesse sempre favorável a nossa pretensão de comprar ou de vender...

Aproveito a oportunidade para lançar uma breve discussão sobre os swaps, uma modalidade de aplicação financeira pouco utilizada no Brasil mas que nos afeta diretamente.  Swap significa troca, nesse caso, de  dois ativos com retornos e riscos diferentes. Atualmente esta havendo uma grande reversão dos swaps de moedas que, de forma célere, revela-se bastante nefasta para muitas economias...

Orientações de como calcular o imposto de renda para operações em bolsas. Isenções, forma de cálculo, o que é considerado ganho, o que pode ser abatido...

Segundo o velho ditado americano, existem vinte maneiras para se esfolar um gato. Na bolsa de valores, existem muitas maneiras para se acertar a direção dos preços, algumas são mais lógica do que outras e todas ajudam a ganhar dinheiro na compra e venda de ações. E para complementar com outro adágio, já que está na moda...

Há uma grande discussão nas universidades que já perdura por algum tempo sobre a racionalidade e a eficiência dos mercados. Os temas são complexos e importantes para quem deseja investir e quer saber se o preço de uma determinada ação está alto ou está baixo...