5 passos para a saúde financeira Ações Opções Análise Técnica Investimentos: análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

5 passos para a saúde financeira

Samuel Marques

5 passos para a saúde financeira 

Comece agora a organizar suas finanças e viva com tranquilidade

Pensando em contribuir com um planejamento financeiro em prol de maior organização, Samuel Marques do portal Organize sua Vida, especializado em conteúdo sobre organização pessoal, profissional e doméstica preparou cinco passos para quem deseja se organizar com seus gastos.

Eles formam uma sequência lógica e interdependente. É preciso localizar em qual estágio se encontra a vida financeira atualmente e a partir daí, empreender um esforço consciente para avançar e mudar de fase.

Conheça os seus números
Este é o primeiro passo. Os ricos têm a companhia constante dos números: renda, dividendos, patrimônio, cotações e grandes negócios são todos expressos em números. Quem deseja a Organização Financeira precisa conhecer os seus próprios números.

Se você está nesta fase provavelmente estará vivendo uma ou mais destas situações:


A) Incapacidade de fazer anotações financeiras: tenta controlar “de cabeça”; não preenche o canhoto do talão de cheques nem confere extratos bancários;
B) Não tem ideia de quanto paga em juros.

A dica é: passe meia hora por dia fazendo contas. Saiba tudo sobre os seus números e veja a diferença que isto vai fazer na sua vida.

Gaste menos do que ganha 
O segundo passo é gastar menos do que recebe. Quem tenta manter um estilo de vida acima dos seus ganhos acaba endividado e com sérios problemas.

Se você está nesta fase, provavelmente:


A) existe uma planilha de controle, mas o resultado sempre é vermelho;
B) quando termina uma prestação você faz outra;
C) chega um dinheiro extra (13º salário, por exemplo) e desaparece em meio ao pagamento de dívidas.

A dica é: faça um orçamento anual. Você vai perceber que a despesa de 1 ano não é o mesmo que multiplicar a despesa de um mês qualquer por 12.

Elimine suas dívidas 
Elimine mesmo, faça um plano para acabar completamente com as suas dívidas. Quem está nesta fase já conhece seus números, equilibrou o orçamento, mas continua com dívidas.

A dica é: pare de fazer dívidas novas e comece a antecipar o pagamento das atuais. Em pouco tempo você liquidará todas as suas dívidas.

Tenha dinheiro 
Lembre-se que a diferença entre o rico e o pobre é o fato de possuir dinheiro.
Se você não consegue segurar uma nota de cinquenta reais na carteira, será muito difícil trilhar o caminho da riqueza.
Acostume-se a ter dinheiro. Dinheiro guardado, rendendo. Quem está nesta fase já conhece seus números, gasta menos do que ganha, eliminou suas dívidas, mas não consegue guardar dinheiro.

A dica é: faça o alvo de ter o montante que vá gerar uma renda equivalente a 10% do seu salário. Depois vá aumentando até chegar a 100%.

Valorize as pessoas 
Lembre-se de que dinheiro chama dinheiro, mas não chama para um cineminha. A regra é amar as pessoas e usar o dinheiro. O dinheiro não pode ser um fator de stress, mas sim um gerador de estabilidade nos relacionamentos.

Valorizar as pessoas é:
A) Passar tempo com as pessoas: tempo é dinheiro;
B) Lembrar-se das datas importantes ao menos para falar ao telefone;
C) Viajar, dar presentes, investir em relacionamentos.

A prática destes cinco passos levará você à organização financeira e é claro, a um novo patamar de qualidade de vida.

Samuel Marques, consultor financeiro do Portal Organize sua vida
*O Portal www.organizesuavida.com.br é especializado em conteúdo sobre organização pessoal, profissional e doméstica. Além disso, o portal conta com uma loja virtual que traz uma variedade produtos para ajudar na organização do trabalho ou casa.

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

Marco comentou:

Parece bem facil, mas acreditem, sofri muito para aprender isso, principalmente no item "tenha dinheiro". Não conseguia guardar dinheiro de forma alguma, minhas contas até eram em ordem, mas sofria com o consumismo, Só depois que consegui colocar todos estes ensinamentos em prática é que comecei a melhorar minha vida financeira.


laranjalima comentou:

Imagino que a definição de saúde, seria uma sensação de bem estar físico, mental, social e financeira.


laranjalima comentou:

Nada como um dia após o outro e uma noite no meio. Melhor seria uma trava de opções após a outra, em pó transformada, entremeios.

Então, nada melhor do que ler um artigo entre uma trava e outra.

Bom dia.


brunocia2000 comentou:

Muito bom o artigo, é isso que falo pra muita gente gastona que conheço.


 
Publicidade

O mercado é tão complexo quanto o gênero humano mas operar nele é tão simples quanto comprar barato e vender caro. Assim mesmo, erramos. Veja como evitar isso...

O processo de escolher uma ação tem uma distinção duvidosa de ser bom ou ruim. A nossa formação religiosa cultural impede de se fazer uma avaliação isenta dos preconceitos que carregamos desde a infância. Por outro lado, os grafistas e fundamentalistas não se entendem. Certo é que, se alguém deseja ganhar dinheiro deve...

Somos fascinado pelo o sucesso. A força psicológica da vitória é tão grande que exageramos os ganhos e escondemos as perdas nas bolsa de valores e em outros afazeres. Embora a realidade numérica seja outra, pois em todos campos de atividades existem mais perdedores do que ganhadores; mesmo assim, não gostamos de lembrar das perdas...

Os investidores estrangeiros representam mais de 1/3 dos négocios na bovespa. Portanto o fluxo de recursos estrangeiros tende a ditar o movimento de uma boa fatia do mercado.Veja a participação nos Contratos Futuros do IBOVESPA

O mercado financeiro é cheio de contradições. Os conflitos são constantes porque encerram nossos desejos instáveis de atuar como compradores e como vendedores. Enquanto nos outros mercados, os compradores aguardam os preços caírem pra comprar mais barato...