Chaikin Money Flow (CMF) Ações Opções Análise Técnica Investimentos Bovespa: análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Chaikin Money Flow (CMF)

Fonte: Stockchart

Chaikin Money Flow (CMF)

Curso de análise técnica: O que é, como usar e como calcular esse indicador de análise gráfica.

Desenvolvido por Marc Chaikin, o CMF - Chaikin Money Flow é um indicador calculado a partir da análise diária da linha de acumulação/distribuição. Esta assenta na idéia de que a pressão exercida pelos sinais de compra e venda pode ser determinada através da comparação do valor de fechamento (Closing Location Value) face ao máximo e mínimo registrados no período em análise.

Assim, facilmente se conclui que existe pressão para comprar quando um determinado título encerra na parte superior do intervalo de valores observados. Pela mesma lógica, os sinais de venda manifestam-se com mais intensidade quando as ações encerram na parte inferior do referido intervalo. Note-se que o valor de acumulação/distribuição é obtido a partir da multiplicação do «Closing Location Value» pelo volume registrado em cada período.

Metodologia
Desenvolvido por Marc Chaikin, o CMF - Chaikin Money Flow é um indicador calculado a partir da análise diária da linha de acumulação/distribuição. Esta assenta na idéia de que a pressão exercida pelos sinais de compra e venda pode ser determinada através da comparação do valor de fechamento (Closing Location Value) face ao máximo e mínimo registrados no período em análise.

Assim, facilmente se conclui que existe pressão para comprar quando um determinado título encerra na parte superior do intervalo de valores observados. Pela mesma lógica, os sinais de venda manifestam-se com mais intensidade quando as ações encerram na parte inferior do referido intervalo. Note-se que o valor de acumulação/distribuição é obtido a partir da multiplicação do «Closing Location Value» pelo volume registrado em cada período.

Metodologia

chaikin money flow, indicador, indicadores técnicos, análise técnica, volume, fluxo do dinheiro, acumulação e distribuição, acumulação e distribuição

Recorrendo ao gráfico acima representado, podemos determinar a relação entre os valores assumidos pela linha de acumulação/distribuição e o CMF. Mais concretamente, se dividirmos o total dos valores de acumulação/distribuição relativo aos 21 dias contidos na caixa púrpura (ver gráfico) pelo volume acumulado ao longo desses 21 dias, obteremos o valor do CMF. Naturalmente, a atualização diária do valor do indicador requer apenas a remoção do valor registrado no 1º dia e a inclusão do novo (e último) valor.

Note-se também que o número de períodos poderá ser alterado para melhor se ajustar à análise em curso. Assim, enquanto o CMF a 21 dias constitui uma boa forma de representar as pressões de compra e venda numa base mensal, a utilização de um período temporal mais alargado estará menos sujeita a variações ou, pelo contrário, um período temporal mais curto estará mais de acordo com uma análise semanal.

Uma vez feita esta abordagem inicial, podemos então concluir que o Chaikin Money Flow é «bullish» quando assume um valor positivo e «bearish» quando é negativo.

Sinais de Acumulação
De que forma são representados os sinais «bullish» gerados pelo CMF? Através da indicação de que um ativo financeiro se encontra sob acumulação. Para sabermos se tal é o caso, e para determinarmos qual a intensidade da acumulação, podemos proceder através de uma das seguintes maneiras:

1. Verificar se o CMF é maior do que zero. Se tal acontecer, o indicador assume valores positivos e por isso constitui uma indicação de pressão de compra e de acumulação;
2. Determinar há quanto tempo se encontra positivo o indicador. Quanto maior a duração desse período, mais evidente se torna o fato de o ativo estar sob pressão de compra/acumulação sustentada
3. Conhecer o valor atual do indicador. Para além de ser superior a zero, o indicador deve incorporar uma consistente capacidade de alta que o permita atingir níveis mais elevados. Não devemos esquecer que a observação da tendência assumida pelo CMF é importante para podermos distinguir entre indicações de compra fortes e sinais de acumulação meramente incipientes.

chaikin money flow, indicador, indicadores técnicos, análise técnica, volume, fluxo do dinheiro

Vejamos atentamente a situação ilustrada no gráfico: enquanto as ações se continuam a desvalorizar, o CMF assume (progressivamente) valores mais elevados. Por exemplo, se olharmos para o que se passa no mês de Outubro, concluimos que, embora as ações tenham sido negociadas a um nível «flat», o indicador permaneceu positivo e continuou a reforçar-se. Por sua vez, os níveis de acumulação (representados pelo CMF) registraram valores muito elevados no referido mês.

Quando, no fim de Outubro, as ações sofreram uma desvalorização abrupta, o indicador começou então a diminuir – tendência que se manifestou durante o mês de Novembro. Contudo, os níveis de distribuição nunca ultrapassaram os (-0.10), querendo isto dizer que a pressão de venda nunca foi muito intensa.

chaikin money flow, indicador, indicadores técnicos, análise técnica, volume, fluxo do dinheiro

Relativamente à situação ilustrada pelo gráfico anterior, devemos destacar o período compreendido (sensivelmente) entre 28 de Setembro e 22 de Outubro. Um olhar atento permite-nos verificar que o CMF continuou a crescer (os sinais de compra intensificaram-se) numa fase em que as ações foram transacionadas «sideways». Além disso, o indicador passou de (+0.1208) em 28 de Setembro para (+0.2377) em 22 de Outubro, ou seja, a pressão de compra quase aumentou para o dobro. Naturalmente, isto constitui uma forte indicação «bullish» que viria a ser responsável por uma forte valorização das ações – veja-se a alta dos títulos de 50 para 90 (valores aproximados).

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

 
Publicidade

O comércio de moedas é um dos mais antigos do mundo e na atualidade o mais ativo e volumoso. Na época do império romano já existiam cambistas trocando moedas. Era comum encontrar esses delaers nas feiras ou onde houvesse aglomerações de pessoas, especialmente...

Somos fascinado pelo o sucesso. A força psicológica da vitória é tão grande que exageramos os ganhos e escondemos as perdas nas bolsa de valores e em outros afazeres. Embora a realidade numérica seja outra, pois em todos campos de atividades existem mais perdedores do que ganhadores; mesmo assim, não gostamos de lembrar das perdas...

Em qualquer atividade econômica, e especialmente nos mercados financeiros, opera-se procurando diminuir os riscos dos negócios. Operar com ações que se parecem boas, mas não acompanham o mercado, é lidar com lobos solitários. Estes podem ser perigosos, mas não

Com o novo cenário econômico do Brasil, cada vez mais os juros estão mais baixos, e consequentemente os investimentos de renda fixa também. Com isso as perguntas que todo investidor se faz são: Ainda vale a pena investir em renda fixa? Onde obter melhor ganho? É hora de investir em ações na bolsa? ...veja como ficam seus investimentos no cenário atual.

A Bovespa divulga em seu site a volatilidade histórica dos ativos. Entretanto, para facilitar, criamos esta tabela onde é apresentada a volatilidade histórica dos principais ativos, de forma a permitir as comparações entre respectivos períodos e ativos.