Índice Dow Jones e O Comportamento do Preço das Ações Bovespa: InvestMax : análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Índice Dow Jones e O Comportamento do Preço das Ações

Professor Metafix

Índice Dow Jones e O Comportamento do Preço das Ações

O economista Henry George dizia que na vida só existem duas certezas – a morte e os impostos. Infelizmente, a maioria não consegue decidir e, talvez, nem pensar sem ter certeza. Para evitar o drama de Hamlet e esconder as dores da realidade, muitos operadores procuram consolo nos padrões gráficos e até acreditam que eles se repetem com regularidade e perfeição essenciais às boas jogadas. Infelizmente, essa confissão de fé consome tempo dos apaixonados sem resultados palpáveis no balanço dos negócios.

Por necessidade e do próprio empenho, talvez para reavaliar minhas convicções, proponho-me a indicar algumas características do índice Dow Jones porque elas podem nos ajudar avaliar a direção dos preços. Faço-as com relutância variável, para satisfazer a minha própria curiosidade e para atender a todos leitores e a um conterrâneo, colega universitário e ávido investidor na bolsa de valores.

O mercado de ação trabalha dentro de um viés de alta. Esta é a grande característica que o separa dos outros mercados. Segundo, o mercado de ações opera em tendências e movimentos bem menores de contra tendência. Às vezes, os preços andam de lado como caranguejo procurando oportunidades ou aguardando sinais da economia real para subirem ou descerem novamente. O começo e o fim de qualquer movimento, pequeno ou grande, são marcados por esses pequenos ajustes laterais que encerram resistências às forças ascendentes ou suportes às retrações descendentes.

Os suportes e as resistências são aceitos incontestavelmente como formações confiáveis, mas sem a certeza que marca outros padrões gráficos de menor importância no esquema de operações frequentes. Entretanto, nem assim, esses marcos fogem da probabilidade que afligem os operadores.

Devemos lembrar que tanto os suportes como as resistências, com frequência inesperadas, transformam-se em pausas pressagiosas que alteraram até o humor de operadores experientes graças às mudanças inesperadas que marcam o movimento de preço.

As características, que marcam todos movimentos aleatórios, são nitidamente observados em qualquer índice de preço. Mas o Dow Jones talvez seja o mais marcante por causa da força econômica que representa, por isso, seria interessante tomar nota de alguns movimentos que marcam o comportamento dele de forma levemente clara.

O Dow Jones se destaca por movimentos que se repetem de forma imprecisa mas dentro das regularidades esperadas de qualquer índice de preço. Os principais movimentos, invariavelmente, dividem-se em pequenos movimentos aleatórios, a saber: arrancadas bruscas no inicio do pregão; pequenos contra movimentos durante o pregão, mas que pode se estender por mais de um dia; e movimentos curtos quando não existem arrancadas bruscas. Além disso, o fechamento, depois de um movimento de alta, é sempre acima da máxima inicial.

O gráfico diário acima mostra algumas linhas gerais. Abaixo temos outro gráfico com velas de uma hora para exemplificar alguns pormenores mencionados anteriormente. O Dow Jones inicia o período com um pequeno movimento lateral que representa uma resistência ao movimento de alta que havia se iniciado em março. Depois caiu, formando uma contra tendência curta para continuar depois numa tendência mais longa. Esta é pontilhada de pequenos movimentos ou recuos de curta duração. Até ai não temos nada diferente de outros índices de preço.

Entretanto, o segundo gráfico mostra diferenças marcantes de outros índices. Por falta de espaço, o gráfico representa um período muito curto, apenas um mês, mas é suficiente para mostrar pelo menos uma das características mais marcantes do Dow Jones são as arrancadas bruscas no início do pregão. Esses movimentos representam a oscilação de preço nas transações no pré-mercado. O movimento de preço deste intervalo só é publicado quando a bolsa de Nova York abre o pregão ao vivo. Portanto, não existe essa intensa oscilação na primeira hora do pregão como aparece no gráfico. Esses movimentos bruscos dão o tom do que vai acontecer durante o pregão.

Quando os preços oscilam muito no pré-mercado as forças que atuaram antes do pregão continuarão, por algum tempo, influenciando o pregão dentro do horário normal. Destarte, uma arrancada grande inicial contaminará o comportamento dos operadores mais otimistas durante todo o pregão e os preços sobem levemente com alguns recuos durante o dia.

A terceira característica é a reação normal aos movimentos fortes numa direção. Depois de uma arrancada ascendente ou descendente se forma um movimento contrário que, às vezes, dá continuidade ao movimento maior anterior. Isto é verdadeiro, especificamente nos movimentos altistas como indicado no parágrafo anterior.

Por causa do viés de alta, o mercado fecha acima da máxima da primeira hora do pregão quando o movimento é ascendente. E, quando a arrancada na primeira hora é de baixa, o mercado recua e fecha acima da mínima da arrancada descendente. As velas pretas formam uma sombra sobre as velas da segunda ou terceira hora em diante. Isto raramente aparece nos movimentos crescentes. Nesses, os preços continuam crescendo e fechando acima dos preços das primeiras horas, mesmo quando eles ensaiam pequenas reações.

Por fim, notamos que o viés de alta garante que ações, quando negociadas visando o longo prazo, não dão prejuízo. Por isso que os velhos operadores aconselham comprar e segurar. Por outro lado, os movimentos bruscos permitem os day traders e swing traders se preparem para o que pode vir depois da primeira hora de pregão.

Professor Metafix

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

TomSawyer comentou:

Professor, show de bola. Vi um pouco do axioma de Zurich (ilusão do grafista) no texto. Muito instrutivo. Gostaria de parabenizar e agradecer a por algumas ordens na mente confusa deste aluno.


Wilson comentou:

Interessante a descriçao dos movimentos de Wall Street. O texto nao foi muito claro, especialmente quando remete aos graficos para exemplificar. Seria interessante que fosse marcado o periodo a que se refere a explicação, de forma que se soubesse exatamente que parte do grafico esta sendo comentada. Gostaria que isto fosse solicitado ao autor, mesmo porque se trata de assunto bastante interessante.


Mackilem comentou:

Professor, muito obrigado pela ajuda, realmente muito bom seu artigo! Se possível gostaria de uma outra ajuda, pois quero me aprofundar mais ainda no assunto. O Dr. teria algum outro artigo ou livro pra me indicar??

Muito obrigado


Janio comentou:

Artigo interessante. Descreve comportamento básico do índice DJ, ajudando principalmente aos Day Traders no timing de entrada e saida do mercado.


 
Publicidade

Existe uma condição atávica, relacionada com a evolução, que se manifesta naquelas decisões que são perigosas, independente de serem boas ou más. Segundo os neurobiólogos, o processo da evolução humana deu prioridade ao desenvolvimento do lado emocional porque, diante do perigo...

Nesta nota vamos analisar como num dia de operação o investidor pode aumentar os ganhos num montante que daria inveja a qualquer robot dos “High frequence traders” – jogadores de alta frequência.

Respondendo a dúvida de um usuário apresentamos aqui algumas dicas para realizar boas operações para Venda Coberta.

Faça simulações, projeções, acompanhe e gerencie operações com opções. Com essa ferramenta você tem total controle sobre suas posições de forma descomplicada e eficiente.

O mercado financeiro é cheio de contradições. Os conflitos são constantes porque encerram nossos desejos instáveis de atuar como compradores e como vendedores. Enquanto nos outros mercados, os compradores aguardam os preços caírem pra comprar mais barato...