Sistematizando as Jogadas na Bolsa Ações Opções Análise Técnica Investimentos: análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Sistematizando as Jogadas na Bolsa

Professor Metafix

Sistematizando as Jogadas na Bolsa

                  Somos fascinado pelo o sucesso. A força psicológica da vitória é tão grande que exageramos os ganhos e escondemos as perdas nas bolsa de valores e em outros afazeres. Embora a realidade numérica seja outra, pois em todos campos de atividades existem mais perdedores do que ganhadores; mesmo assim, não gostamos de lembrar das perdas. Elas inibem e intimidam nossas ações. No fundo, precisamos de ânimo, de alguma ilusão que disfarce as dores das informações negativas. Sentimos falta daquela puxada emocional. O que atrai muitos para a bolsa é justamente a emoção do ganho apesar do risco. Entretanto, e apesar do conteúdo aleatório desse tipo de atividade, é importante sistematizar o jogo, dentro da lógica do próprio mercado, para diminuir o risco e assegurar ganhos sem sacrificar as emoções de ganhar!

                 Para muitos e, especialmente para os crentes empedernidos a bolsa é um jogo de azar sem contornos definidos. Apesar disso, procuram um jeito, um método para vencer o caos, pois o ganhar eleva a autoestima dissemina o sentimento de poder. Acima de tudo, a consciência nos transforma em covardes, como disse Shakespeare, mas ela não engana. O sucesso é individual e poder depender da sorte, as não podemos depender disso. Existem outros elementos mais fortes, principalmente do consciência de que temos poder pra alinhar as oportunidades com o nosso destino. Para fazer isso, precisamos de uma sistematização que seja adequada à lógica do mercado.

                 Os preços das ações são irrequietos e se movimentam em ciclos; em ondas passageiras. Quem não consegue nem ver nem trabalhar com esses ciclos não tem condições de controlar os riscos das operações tanto quanto os que são sistemáticos e seguem esses movimentos. Os ciclos são consistentes mas sem padrões definidos. É importante ignorar os padrões estanques, pois eles não existem, exceto como pigmentos da imaginação. Sabemos apenas que os preços mudam em função do tempo; desconhecemos os outros fatores. A ignorância, neste mister, é tão grande que precisamos sistematizar o pouco que sabemos para aumentar a probabilidade dos acertos e eliminar aquela sensação de que estamos num verdadeiro cassino.

                 Os movimentos que vemos pelos números e pelos gráficos que os representam, são apropriadamente chamados de série temporais porque só conhecemos o efeito do tempo. A única coisa que podemos fazer com essas séries é apreciar a congruência entre os movimentos de curta duração com os mais longos que formam tendências. A sistemática consiste em obedecer a congruência entre as pequenas ondas e as grandes marés. Estas oscilam, puxando os preços para cima e para baixo, por tempo indefinido.

                 É fascinante notar que à medida que mudamos o tempo de observação descobrimos movimentos diferentes. Isto é, os dados podem mostrar os preços subindo num gráfico diário, mas caindo num gráfico de 15 minutos! Isto é bastante confuso, mas não adianta buscar explicações em outras variáveis porque conhecemos apenas o tempo. Por isso, é necessário trabalhar com probabilidade e uma sistematização consistente com o período que desejamos operar. Todo projeto tem um tempo de duração e as operações na bolsa devem seguir o mesmo padrão, com tempo de recuperação definido.

                 Portanto, como não temos meios para explorar as causas das mudanças de preço, é necessário sistematizar as jogadas entendo que em algum momento as ondas menores (de curta duração) se alinham com as maiores; quando isso acontece, a probabilidade para se ganhar aumenta consideravelmente. Estas ondas menores indicam os pontos de entrada e saída, e as maiores mostram a direção a ser seguida; isto é, se devemos compra ou vender.

                 Tudo é numérico e podemos usar os gráficos para facilitar a visualização dos números e a oscilação dos preços. Para isso, os economistas usam médias móveis e estudos de regressão dentro do campo da econometria. No mercado financeiro, apesar dos aplicadores serem complexos do que o mercado, a coisa é bem mais simples. Precisamos apenas operar com ações de qualidade, com representação gráfica dos números e algum indicador ou oscilador que ajude a visualizar a imagem dos movimentos.

                 Como dito, qualquer gráfico mostra dois movimentos, uma tendência não linear, que pode ser de alta ou de baixa, e movimentos menores que variam, formando ondas ao longo dessa inclinação. Como em ações operamos mais comprando do que vendendo; o primeiro passo na sistematização é compra somente papeis de qualidade que estejam em tendência de alta. Segundo, aproveitar as retrações dos movimentos menores pra comprar. Isso é muito simples, mas colocamos dificuldades porque não gostamos de esperar pelo momento adequado.

                 A tendência observada com gráficos de períodos maiores demora mais para mudar de direção. Assim, podemos permanecer mais tempo dentro de uma jogada. Isto faz bem mas, infelizmente, precisamos esperar mais tempo abrir uma posição. Para facilitar o controle da impaciência podemos nos valer do alinhamento automático. Isto é, aproveitar tendência comprando somente quando o gráfico de períodos menores se alinhem com a tendência principal.

                 É importante ressaltar a importância do equilíbrio psicológico e a confiança nos indicadores quando operamos orientados pelos gráficos. Essa sistematização torna-se muito mais importante à medida que surfamos acompanhando as ondas do mercado.

                 A paciência de ficar na moita esperando uma oportunidade passar é o segredo de todos negócios. Timing e oportunidades andam juntos protegendo o sucesso, mas exigem paciência. Jogadas em que o aplicador tem expectativa de ganhos mais demorados exigem mais paciência. Quando se opera com gráfico semanal, por exemplo, o operador talvez tenha que esperar semanas pra abrir uma jogada. Caso, esteja seguindo tendências de curtíssimo prazo, como a de 15 minutos, vai demora muito menos para obter um bom sinal. Portanto, quem opera day trade, não precisa esperar muito pra abrir e fechar uma posição, mesmo assim tem que esperar pela oportunidade que nem sempre aparece todos os dias.

                 A base da sistematização é obedecer a tendencia, alinhando os tempos menores com os períodos maiores. Isso não tem segredo e não depende da capacidade mental do operador, qualquer um pode ganhar na bolsa desde que seja paciente e sistemático. Quem não controla o desejo de operar de qualquer jeito, vai perder de qualquer jeito. Ganhar de qualquer jeito não existe nem nos verdadeiros cassinos! Destarte, para se diminuir o risco de perder e aumentar a probabilidade de ganhar, é necessário planejar e sistematizar as jogadas alinhando os movimentos menores com a tendência em que se deseja operar.

Boa Sorte!

Prof. Metafix

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

cmz comentou:

excelente texto, professor está de parabens =)


Natali comentou:

Bom dia!

Me chamo Natali e sou estudante de Administração de Empresas no 5° semestre.
Neste semestre estamos fazendo um trabalho com ações.
Com um grupo fizemos um cadastro na folhainvest e tivemos que comprar 3 ações de empresas.
As empresas escolhidas são somente PN e comprei Ambv.Goll.Gerdau.

Mas a unica que esta bem, e a Gerdau.
As outras estão em baixa.
Preciso sempre apresentar relatórios semanal sobre as empresas e tenho qiue manter as empresas não posso mais compra outras e nem vender as que tenho em minha carteira.
Sera que poderia me ajudar com dicas ou outras coisas como manter a empresa se devo compra e vender mais ações das mesmas quando compra em alta ou em baixa?
Pode me dar uma ajuda.
O melhor grupo na sala vai ser premiado além da nota.

Natali


 
Publicidade

Aproveito a oportunidade para lançar uma breve discussão sobre os swaps, uma modalidade de aplicação financeira pouco utilizada no Brasil mas que nos afeta diretamente.  Swap significa troca, nesse caso, de  dois ativos com retornos e riscos diferentes. Atualmente esta havendo uma grande reversão dos swaps de moedas que, de forma célere, revela-se bastante nefasta para muitas economias...

Esse indicativo pode nos chamar a atenção para algum ativo com boa formação de suporte ou resistência, criando possibilidades de compra ou venda.

Para apreciação de alguns e, talvez, irritação de outros, os gráficos e plataformas de operação são instrumentos valiosos para se acompanhar os mercados financeiros. Não consigo me afastar desses instrumentos...

Os investidores estrangeiros representam mais de 1/3 dos négocios na bovespa. Portanto o fluxo de recursos estrangeiros tende a ditar o movimento de uma boa fatia do mercado.Veja a participação nos Contratos Futuros do IBOVESPA

Dizem que os chineses definem crise com dois caracteres, perigo e oportunidade. Em escrever sobre a crise econômica atual o autor corre muito risco e pouca oportunidade de apresentar algo concreto para o leitor. Dito isto, e sem querer contrariar a verdade chinesa, proponho alguns considerações sobre a crise econômica mundial...