Media Móveis e os Breakouts no Mercado de Ações Análise Técnica Investimentos: análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Media Móveis e os Breakouts no Mercado de Ações

Professor Metafix

Media Móveis e os Breakouts no Mercado de Ações

"There are Twenty Ways to Skin a Cat
(Ditado Americano)"
             Segundo o velho ditado americano, existem vinte maneiras para se esfolar um gato. Na bolsa de valores, existem muitas maneiras para se acertar a direção dos preços, algumas são mais lógica do que outras e todas ajudam a ganhar dinheiro na compra e venda de ações. E para complementar com outro adágio, já que está na moda falar de americanos e chineses, esses últimos tem um ditado que diz – não interessa a cor do gato desde que ele pegue ratos. Ora, mas se concordamos com os americanos e não discordamos dos chineses, por que achamos que temos a melhor forma para se ganhar dinheiro no mercado de ação? Essa é a questão que interessa a todos.        Na bolsa vivemos de contradições. Ninguém sente nenhum schadenfreude, ou prazer com as perdas dos outros apesar da troca de ações resultar prejuízo para alguns e lucros para outros. Como não sabemos quem perde quando ganhamos, esse prazer mórbido não existe. Sempre desejamos sucesso a todos porque existe um sentido subliminal que a bolsa é um lugar onde todos podem ganhar dinheiro. A tônica da solidariedade é a miséria. Se alguém perde, corremos o riso de perder também. Destarte, todos desejam partilhar os métodos que dão bons resultados. Sobreviver juntos é preciso!

            Minha intenção nessas notas é alertar os colegas que existem métodos bons e mais seguros do que outros. Reconheço as dificuldades para se trabalhar com os métodos alheios mas, caso o leitor ainda não desenvolveu o seu, tem muito a ganhar usando os que já foram testados. Lembrando sempre de que o saber sai bem mais barato do que o desconhecimento. Assim, antes de se aventurar com ações e opões ou índice, entenda bem o comportamento desses ativos e organize e sistematize as jogadas de tal maneira que possa sentir que, pelo menos, que pode diminuir os riscos de perder e aumentar as chances de ganhar. 

            Tenho insistido nas minhas notas para que respeitemos as tendências porque elas são movimentos direcionais mais duradouros. Essa é uma informação valiosas para os novatos. Aproveito a oportunidade para apresentar mais uma explicação de como devemos obedecer e alinhar os movimentos de preço, aproveitando os breakouts, ou arrancadas que dão inicio ondas de alta e baixa dentro de qualquer tendência. Usamos médias móveis porque elas tem um apelo visual agradável.          Organizo os gráficos da seguinte maneira: uso três médias móveis e um indicador embora, depois de muita prática, este possa ser dispensado. Com o tempo podemos operar com tranquilidade observando apenas as médias móveis. Uso uma média de 5 ou 8 períodos, uma de vinte e uma de oitenta ou 60 velas. E observo os movimentos no diário, no de uma hora e em quinze minutos, como mostram os gráficos abaixo. Para operar com segurança, os gráficos, nesses três períodos, devem estar alinhados. Isto é, se na ilustração de um dia, os preços se movimentam acima das médias, os preços no gráfico de uma hora e de quinze minutos devem estar subindo da mesma forma. Com essa prática de respeitar pelo menos 3 médias, evita-se cometer o erro mais comum, aquele de entrar no momento errado.

            Note que à medida que os tempos gráficos vão diminuindo, os preços se aproximam das três médias e, consequentemente, essas se aproximam uma da outra. Note também que os breakouts ou arrancadas de preço acontecem em horários que coincidem ou se aproximam da abertura do mercado americano e do fechamento do europeu.

 

             Apresentamos 4 gráficos, acima, relativo ao comportamento da Petrobrás nas últimas duas semanas que terminaram no dia 17 de agosto. O primeiro gráfico, superior esquerdo, cada vela representa um dia de operação. Note que todas as velas estão acima das médias e, portanto numa forte tendência de alta porque as médias se distanciam uma da outra. O segundo gráfico, superior direito, representa o mesmo período com velas de uma hora. As velas continuam acima das médias moveis e ai aparecem claramente 4 oportunidades de se fazer uma compra.

            Os dois gráficos seguintes representam respectivamente a penúltima e a última semana do período indicado. Agora, note como as médias se cruzam ou se tocam várias vezes, mas predominando ainda uma tendência de alta porque os preços continuam acima das médias mais longas. Isso indica que a tendência é duradoura. Portanto, durante essas duas semanas houve várias oportunidades para se operar. Não marquei todos os pontos de entradas, mas o leitor pode conferir com gráficos de sua plataforma pra vê se confirmam essas indicações. Notem: Estou usando os dados da ads da Petrobrás na plataforma da corretora americana Ameritrade. Isso pode da alguma diferença com os dados da Bovespa em outras plataformas, mas não muda a indicação de que esse período foi bom para se operar Petrobrás.

            Deve se notar que, alinhando os movimentos menores com os maiores, descobrimos com mais precisão os pontos de entradas. Segundo, não custa nada fazer isso, aproveitando a tendência de alta no diário, pra não entrar num ponto e vê imediatamente os preços recusarem. Terceiro, sempre que os preços se movimentam acima de uma média móvel no diário, temos tendência de alta. Mas se as velas ficam tocando as médias móveis a tendência é fraca e pode mostrar quedas quando visto num tempo menor. Portanto, deve-se aproveitar somente os breakouts que acontecem acima das médias quando visto com num tempo gráfico, como o de 15 minutos.

            Se a tendência for fraca, o desdobramento em tempos menores, revela com clareza os pontos que se deve evitar na hora de abrir uma posição. Neste caso teríamos muitos breakouts abaixo das médias, o que deve ser evitada pra dá mais seguranças as jogadas. Isto é, se a tendência for de alta, nunca deve-se abrir um posição antes de consultar os gráficos menores para não ser pego de surpresa com uma retração. Operar contra a tendência principal é o cadafalso dos tolos. Evite e seja feliz. Sistematizando as jogadas com o alinhamento garante, pelo menos, que vamos errar muito menos e ganhar mais. Neste caso, o mercado será generoso conosco porque estamos viajando com ele obedecendo somente as indicações de alta indicadas pelas imagens gráficas dos preços.

Boa Sorte!
Prof. Metafix

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

rony2010 comentou:

Prof.
foi excelente sua explicação, simples e eficiente. sou novato no mercado e estou investindo muito em conhecimento, pois como disse Kotler, "se voce acha a educação cara, experimente a ignorancia.

Parabens. e continue postando essas dicas pra gente.


 
Publicidade

Nesta nota vamos analisar como num dia de operação o investidor pode aumentar os ganhos num montante que daria inveja a qualquer robot dos “High frequence traders” – jogadores de alta frequência.

Os governantes das principais economias, por razões políticas, ainda teimam e sonham com um fim benigno da crise que já perdura por mais de 4 anos. Enquanto isso, a maioria dos investidores continua frustrada com a indefinição do mercado de ações. Os que tiveram sucesso com esse tipo de investimento...

Swing trading, é uma forma mais tranquila para se operar o mercado de ações, de futuros (commodities e índices) ou forex do que o Day Trading. Com Swing Trading contempla-se um tempo maior, diminui-se o risco, aumentam-se os lucros...

O Portal InvestMax facilita a sua vida listando a tendência de Longo, médio e curto prazo de várias ações da BMFBovespa, de uma forma fácil e prática, por meio visual você acompanha rapidamente as tendências das ações de várias empresas. Confira o Sinalizador de tendências InvestMax

Aproveito a oportunidade para lançar uma breve discussão sobre os swaps, uma modalidade de aplicação financeira pouco utilizada no Brasil mas que nos afeta diretamente.  Swap significa troca, nesse caso, de  dois ativos com retornos e riscos diferentes. Atualmente esta havendo uma grande reversão dos swaps de moedas que, de forma célere, revela-se bastante nefasta para muitas economias...