Regras e Lições de um Especulador de Sucesso Análise Técnica Investimentos: análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Regras e Lições de um Especulador de Sucesso

Professor Metafix

As Regras do Jogo Aprendendo com as lições de um Especulador de Sucesso!

Jesse Livermore autor do livro Reminiscencia de Um Especulador Financeiro (neste livro ele usou o nome Edwin Lefevre) talvez seja o especulador mais conhecido do mercado americano. Muitos especuladores já incorporaram as lições dele porque elas são lógicas e fazem sentido. O segredo do Livermore consistia em saber dissecar mercado de cima pra baixo e fazer um timing dos negócios. Com muita paciência ele só entrava na hora certa como uma serpente que sabe dar o bote, mas não sai correndo atrás da presa.

Livermore era um observador minucioso; tomava nota de tudo para analisar depois. Trabalhava com a tendência e aos poucos, descobriu como os preços se comportavam e como identificar, por exemplo, topos e fundos, e pontos de suporte e de resistência sem ajuda dos gráficos como fazemos hoje. Os grafistas ficaram tão encantado com as deduções dele que as incorporaram em seus métodos, mas esqueceram da importância que ele dava a análise fundamentalista.

Todos grandes mestres deixaram lições importantes que foram ignoradas porque não apelam para os sentimentos e interesses dos seguidores. Por exemplo, ressaltamos o sucesso de Livermeor mas não podemos esquecer das falhas que provocaram o suicídio dele e a desagregação da própria família. Os ganhos fáceis foram desperdiçados e vidas preciosas perdidas no imbróglio da especulação exagerada que ele praticava.

Entretanto, Livermore deixou muitas lições, talvez a mais importante seja a de não culpar ninguém pelos erros, mas tentar aprender deles próprios. Jogava pelo amor ao jogo, mas sofria com as conseqüências. Resta aprendermos com ele sem imitá-lo, praticando nosso próprio jogo baseado na lógica e no bom senso sem o vício da especulação que já destruiu tantos investidores brilhantes. As lições lógicas são universais e precisamos praticá-las para alcançar o sucesso sem perder de vista nossa fragilidade num mercado irracional, inserido num mundo repleto de emoções.

Na penúltima nota (Regras simples para decidir o valor de uma ação), deixei uma regra simples sobre avaliação de uma ação. Sugeri que se comparasse o preço de uma com o preço médio das outras de um mesmo ramo. Na última nota (Algumas regras para escolher uma boa ação), adiantei também alguns passos lógicos para neutralizar os efeitos das emoções na hora de escolher uma ação. Hoje, quero apresentar uma síntese da análise do Jesse Livermore porque ela é lógica e imune aos efeitos emocionais. Essa metodologia ficou conhecida como análise -- top down. Jesse sabia que para especular bem é preciso ter conhecimento da economia, da industria e da própria ação e controlar as emoções.

"Mas quando temos desvios grandes e consistentes seria bom lembrar da lei de regressão. Ela mostra que desvios exagerados prenunciam mudanças rápidas porque tudo regride para o meio."

Ele olhava para economia, depois para a industria, para o setor e finalmente para a própria ação como se tivesse brincando com uma boneca russa. Trabalhava como um ecólogo que olha para a flora, mas consegue ver até as pequenas plantas isoladas no fundo da florestas. Além disso, ele se preocupava com a liderança do mercado. Isto é, em todo setor existe uma ação que lidera o grupo. Uma ação boa pode divergir da liderança e da média do grupo, mas volta para acompanhar os pares com regularidade. Esse desvio também pode ser interpretado pelo parâmetro Beta que, pelo ângulo estatístico, mede a volatilidade da ação em relação ao mercado. Mas quando temos desvios grandes e consistentes seria bom lembrar da lei de regressão. Ela mostra que desvios exagerados prenunciam mudanças rápidas porque tudo regride para o meio.

Naquela nota sobre o valor de uma ação, recomendei por exemplo, para aqueles interessados na Petrobras, que examinem o comportamento do setor. Nesse considero dois paramentos importantes, a liderança da companhia americana, Exom-Mobil e o valor de um ETF, chamado DIG que congrega as ações do ramo. Estamos na alta estação e os preços do produto tem subido acompanhando a demanda. O preço das ações da Exom-Mobil também cresce levemente e da Petrobras segue se distanciando da média numa tendência bem acentuada.

Notem que não existe nada novo na economia brasileira para justificar os aumentos na Petrobras, mas como ela tanto pode comprar como vender os produtos dela em qualquer parte do mundo, embora o mercado principal seja o Brasil, sofre influencias de economias distantes. Confira com o gráfico abaixo (evolução do último mês). A primeira linha representa os preços da Petrobras; a segunda, indica a evolução do DIG e a última, quase horizontal, representa o preço das ações da Exom-Mobil (xom). Boa sorte!

Professor Metafix

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

Josy comentou:

Parabéns!
Seus textos são de uma clareza e sutileza, que nos dá vontade de ler todos seguidamente...Principalmente como eu, que estou iniciando agora neste setor
Abraços!


jmcmenezes comentou:

mas, entao devemos prestar atenção em um preço médio do setor ou em um valor que represente o meio do gráfico ?


ivaldo oliveira comentou:

LIVRO DO LIVERMORE - se alguem souber de publicação de edição traduzida para o portugues ou espanhol, por gentileza poderia deixar recado aqui. Quanto ao jesse livermore, ele é muito citado pelo Max gunther ( axiomas de Zurich), raciocinava sobre o preço do papel pela experiencia dos suportes e resistencias, sabia quando tava barato, comprava, percebia que tava caro vendia, tudo rapidamente, tanto que se considerava "especulador", mas jogava muito bem.


JOSE MANOEL comentou:

o q vc acha de operar no gráfico mensal ? há alguma comparação com percentual de entradas e saídas para o semanal ? dá para aplicar compras mensais no gráfico mensal ou compras semanais no mensal ?


Sirleide da Rocha comentou:

Bom dia! Gostei muito da informação. Grata.


jeanmuller comentou:

Gostei de ler seu post, estou terminando de ler o livro Memórias de um Operador da bolsa... realmente é um ótimo livro para quem está começando a especular o mercado financeiro. Gostei dessa parte "Ele olhava para economia, depois para a industria, para o setor e finalmente para a própria ação como se tivesse brincando com uma boneca russa." inspirador :D


 
Publicidade

Esta ferramenta permite escolher as melhores opções para as operações de venda coberta (lançamento coberto - financiamento).

Para apreciação de alguns e, talvez, irritação de outros, os gráficos e plataformas de operação são instrumentos valiosos para se acompanhar os mercados financeiros. Não consigo me afastar desses instrumentos...

Aproveito a oportunidade para lançar uma breve discussão sobre os swaps, uma modalidade de aplicação financeira pouco utilizada no Brasil mas que nos afeta diretamente.  Swap significa troca, nesse caso, de  dois ativos com retornos e riscos diferentes. Atualmente esta havendo uma grande reversão dos swaps de moedas que, de forma célere, revela-se bastante nefasta para muitas economias...

Respondendo a dúvida de um usuário apresentamos aqui algumas dicas para realizar boas operações para Venda Coberta.

Quem nunca se enganou lendo gráficos de ações ou de outros ativos financeiros, levante as mãos! Enganamo-nos pelo desejo de encurtar caminho. Esse comportamento faz parte da luta inexorável para melhorar a vida o mais rápido possível, mas cometemos erros. A tentativa dos grafistas para inventar padrões gráficos em busca de significados diferentes faz parte dessa...